26 de jan de 2013

O Herói Arnold Von Winkelried

" Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." João 3:16




 Há muitos anos lá na Suíça, e alguns de vocês, homens e mulheres que têm mais ou menos a minha idade, podem se lembrar lendo isto em suas anotações. A Suíça era um pequeno grupo de pessoas que saiu lá das montanhas da Alemanha. E eles ajuntaram para si mesmos uma pequena economia. Eles não eram um povo guerreiro. Eles eram um povo pacífico.

E de repente, ali veio uma guerra contra eles. E os suíços apanharam todas as suas velhas foices afiadas, e paus, pedras,  e o que eles puderam encontrar e desceram das montanhas para se encontrar com o inimigo na planície.


E ali estavam eles de pé, todos recuados, apenas um grupinho de pessoas, e um grande exército marchando, se aproximava como um muro de tijolos. Eles não tinham chance.


Mas ali havia um herói no meio deles chamado Arnold Von Winkelried. E ele beijou a sua esposa e suas crianças dando adeus, poucas horas antes de ir para a batalha. Ele amava o seu lar. Ele amava a sua nação; portanto, o seu amor o constrangeu a fazer algo em relação àquilo. E ele disse: “Homens da Suíça, neste dia eu darei a minha vida pela Suíça.”


Eles disseram: “O que você fará, Arnold Von Winkelried ?”


Ele disse: “Apenas me sigam e lutem pelo que vocês possuem.” E ele levantou os seus braços para cima e olhou em direção às pontas das lanças enquanto seguiam marchando como um grande imenso muro. E ele encontrou a ponta das lanças. E ele gritou: “Abram caminho à liberdade.” E ele começou a correr com as suas mãos levantadas. E ele gritou novamente: “Abram caminho à liberdade.”

Antes de dar sua vida, ele disse: “Lá do outro lado da montanha, há uma pequena casa branca, e duas criancinhas e uma dócil esposa a quem eu nunca mais verei. Cuidem deles. Mas eu darei a minha vida para defendê-los.”

O amor faz você fazer coisas, e quando a igreja obtiver o verdadeiro amor de Deus em seu coração, ela fará coisas. Eles não se envergonharão. Oh, Cristo não quer que você seja... Não é tanto o fato de ser leal. Ele não quer ser o seu patrão; Ele quer o seu companheirismo. É isto que Deus quer, ter companheirismo com você. E enquanto  este Arnold Von Winkelried corria em direção às linhas, ele agarrou um punhado de lanças e as cravou em seu coração enquanto caía sobre elas e mergulhava para a morte. Foi um ato tão corajoso que aquilo derrotou o inimigo. E aqueles que o seguiram, gritando com as foices em suas mãos e pedras e rochas e paus, expulsaram o inimigo do país. E a Suíça nunca mais teve uma guerra desde aquele dia até este.


 
Aquele heroísmo raramente comparado e nunca superado, mas oh, aquilo foi uma coisinha. Um dia quando a raça caída de Adão foi colocada em um canto, eles tinham...?...e leis. E eles os havia recusado, e o diabo,  pecado e enfermidade,  havia colocado a raça de Adão em um canto. E ali houve Um que saiu do céu, disse: “Eu irei até a terra, porque Deus amou o mundo de tal maneira que o Seu amor O constrangeu a fazer algo. Ele projetou um Salvador, o Qual veio à terra e encontrou as mais grossas lanças, que era a morte, e mergulhou naquilo. E no dia em que Ele ascendeu ao alto e Ele enviou de volta o Espírito Santo, e disse para a Sua igreja: “Tome isto e lute da melhor maneira que você puder.”
Aí está onde a igreja perde isto hoje: O amor de Deus que não derrama sobre os corações um Espírito Santo, e os homens com medo de tomá-lo. Seria melhor você tomar alguma teologia feita pelo homem e tentar lutar. Você perderá. Tome o que o nosso Líder deu. O Senhor Deus te dará fortalecimento. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o Seu Filho unigênito.” WMB - Amor - 1958





Nenhum comentário:

Postar um comentário